quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Mais uma no Centro do Rio!

Esta é excelente!!!!

A Av Presidente Antônio Carlos ficou com uma de suas pistas interditada para a construção de uma garagem subterrânea (em outro post vou comentar esta "brilhante decisão")...

Agora, a pista foi liberada e, na que estava aberta, com uma das faixas parcialmente obstruída, se vê a situação da foto! A faixa recém-liberada está com asfalto novo, pois a empresa que fez a garagem deu uma ajeitada no pavimento... o resto da pista está horrível!!!!

Só aqui mesmo para vermos uma coisa destas!!!!

terça-feira, 30 de outubro de 2007

Falta de planejamento!

Esta semana assistimos ao auge da falta de planejamento no Rio de Janeiro! Rebouças fechado... Situação de emergência... e o que fazem as autoridades? Fecham o Aterro no domingo até às 21h para a São Clemente desfilar...

A foto abaixo é da Praia do Flamengo às 18h30min de domingo (28/10), completamente engarrafada devido à esta falta de plano de contingência de um governo inepto!

Mais uma vez as autoridades "competentes" foram uma piada para minimizar o sofrimento da população!!!

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

"Ler" livros no trânsito!?

Hoje me repassaram uma informação sobre sites que disponibilizam audiolivros. São livros gravados em formato mp3, que, segundo a matéria enviada (http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/Reportagens_Conteudo.vxlpub?hnid=38427), podem ser baixados para mp3-players e escutados durante os trajetos de ida para e volta do trabalho. A idéia é "aproveitar o tempo ocioso no trânsito".

Interessante que o site onde está publicada esta notícia não faz nenhum alerta acerca dos riscos causados por este tipo de comportamento! Cada vez mais as pessoas estão querendo utilizar o tempo "ocioso" no trânsito para fazer outras atividades: falar ao celular, ler, "ouvir livros", terminar a maquiagem etc.

Esta mentalidade contribui para que se enxergue o trânsito como um ambiente onde se pode estar sem a devida atenção, contibuindo para o aumento da insegurança e dos acidentes!

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Feriado e morte nas estradas

"Foram registrados 1.592 acidentes e 1.187 pessoas ficaram feridas.
Segundo a polícia, imprudência e excesso de velocidade foram as causas dos acidentes."

Mais uma vez os jornais noticiam que um feriadão, desta vez o de 12 de outubro, foi responsável por vários acidentes nas estradas! Infelizmente, no Brasil, padecemos da falta de rigor na regulamentação e fiscalização das vias do país. Viajando pelo mundo pode-se comparar e perceber que as nossas vias permitem velocidades mais elevadas que as praticadas nos países ditos de primeiro mundo (obviamnete, não estou falando das autobans alemãs, autoroutes francesas etc.).

Vias em perímetro urbano ou mesmo trecho de rodovias que atravessam cidades têm velocidades baixíssimas no exterior, algo em torno de 30 km/h!!! Isto tem o efeito de tornar o trânsito mais calmo e civilizado, uma vez que as pessoas se acostumam a dirigir em baixas velocidades, dar prioridade aos pedestres e respeitar a sinalização e limites de velocidade!

Aqui temos a cultura de deixar o motorista correr e privilegiar as velocidades em detrimento da segurança. Quando se instala um lombada eletrônica com velocidade de 60 ou 50 km/h há uma enorme gritaria, muitas vezes com apoio da mídia...

Depois ficamos contando os mortos e feridos...

sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Direitos do pedestre????

Flagrante registrado pelo leitor Flávio Pinto e publicado na coluna do Ancelmo Góis d'O Globo de 01/10/2007, mostra uma jardineira obstruindo a travessia de pedestres no Leblon, bairro nobre da Zona Sul do Rio de Janeiro - nas ruas General San Martin com General Artigas (foto abaixo).

Entendo que os moradores do local devem ficar irritados com carros na calçada em dias de sol, mas a solução não pode ser impor a outros usuários (pedestres, mães com carrinhos, pessoas com dificuldade de locomoção ou portadores de necessidades especiais) o ônus disso.

Como será que chegamos a este nível de barbárie? É uma espécie de Velho Oeste urbano. Cada um resolve seus problemas da forma que acha melhor, sem se preocupar com o próximo. Por sua vez, há uma total omissão do poder público que não fiscaliza e não cumpre seu papel.

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Acidente na Niemeyer

Esta semana ocorreu um acidente com morte na Av. Niemeyer, em São Conrado, no Rio de Janeiro.

Um táxi conduzindo uma passageira colidiu frontalmente com um ônibus, motorista do táxi e passageira morreram. O motorista do ônibus diz que o táxi efetuou uma ultrapassagem e surgiu na sua frente, não tendo como desviar.

O acidente ocorreu às 6h25min, cinco minutos antes de a mão ser invertida. O taxista pode ter se confundido com o horário da inversão de mão e incorrido em erro. Há menos de um ano, ocorreu outro acidente em via com inversão de mão quase em frente ao Rio Sul. Um motorista que não estava habituado a dirigir na região, era do interior do estado do Rio, colidiu de frente com um táxi.

Tem que se observar se a sinalização destas inversões de mão estão adequadas, pois parece que são feitas para as pessoas que trafegam cotidianamente por estes locais, podendo confundir os demais usuários.

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Semana Nacional de Trânsito?

Ironicamente, a Semana Nacional de Trânsito (18 a 25 de setembro), terminou com notícias chocantes nos jornais do Rio.

No dia 26/09, uma matéria d'O Globo (http://www.oglobodigital.com.br/flip/?idEdicao=50f3503c30b3757a3b76e5f17f12b07d&idCaderno=&page2go=1&idMateria=4&origem=)alertava que 20% dos leitos para pacientes graves são ocupados por vítimas de colisões e atropelamentos. Na mesma matéria havia uma foto da dor de um pai que teve o filho menor atropelado e morto por um ônibus que dirigia em alta velocidade.

Enquanto não mudarmos a nossa cultura e priorizarmos os deslocamentos de pedestres e ciclistas veremos estas notícias e não poderemos fazer nada... O trânsito está se convertendo em uma máquina de matar estes usuários mais vulneráveis do sistema de trânsito. Fruto da impunidade e da prepotência e má-educação dos motoristas.

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Estacionamento irregular

O que faz uma pessoa deixar seu carro parado (e sair do carro) sob uma placa de proibido estacionar? A crônica falta de fiscalização e a impunidade brasileiras ajudam a explicar, mas há outros componentes de falta de cidadania que pode ser importante. Ou só nos comportamos bem quando tem alguém olhando?

Este exemplo é de uma rua estreita, sem saída, com uma empresa e um colégio. O motorista se acha no direito de abandonar o carro sem se preocupar com os demais usuários da via.

Por que tanta prepotência?

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Cinto de segurança

Outro dia entrei em um táxi no Rio e vi, mais uma vez, um taxista utilizando o cinto de segurança de forma inadequada. O cinto é uma das formas mais simples e eficazes de se proteger em caso de acidentes de trãnsito, mas as pessoas insistem em não utilizá-lo corretamente.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) "18% dos cariocas — ou seja, um em cada cinco — continuam se arriscando ao volante. Num universo de 20 mil entrevistados, só 82% usavam o cinto. O percentual preocupa especialistas porque houve um decréscimo na utilização do equipamento desde 1999, quando pesquisa igual constatou o índice de 92%".

Não sei quem já viu estas cenas, mas os motoristas de táxi têm o péssimo hábito de prender o cinto retrátil com um clips... Absurdo!!!! Vejam as fotos:



domingo, 26 de agosto de 2007

Limite de Velocidade

Mais uma notícia de Vancouver... A placa abaixo mostra o limite de 30 km/h para a via que beira o mar em Vancouver. Esta regulamentação deixa explícita a preocupação com o pedestre, pois num local onde tem grande volume de pedestres transitando como a beira-mar, a velocidade permitida para os veículos é muito baixa!

Se tal medida fosse implementada no Brasil iria gerar vários protestos de nossos motoristas, que insistem em pensar que são os donos das vias e os senhores das cidades! Claro que está noção é reforçada pelos nossos tomadores de decisão e responsávei pela regulamentação e operação do trânsito brasileiro.

Espero que isto um dia mude e possamos viver num país onde os elementos mais frágeis do sistema de tráfego sejam protegidos!

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Estacionamento irregular

A foto abaixo foi tirada na Av. Rio Branco, por volta das 8h30min da manhã, quando o fluxo de veículos está no pico, pois as pessoas estão chegando para trabalhar.

Para quem não conhece, esta via apresenta tráfego lento devido ao número de carros e ônibus... Mesmo assim, todos os dias, o caminhão que abastece os camelôs com pão estaciona no lado direito da via, próxima à saída do metrô Carioca.

Além de atrapalhar o trânsito na hora, ajuda a atrapalhar o tráfego de pedestres, pois estes camelôs montam suas banquinhas de venda de pão bem no caminho dos pedestres, como já foi postado aqui neste espaço.

Esta situação só contribui para degradar a qualidade dos deslocamentos no Centro do Rio, que atinge o auge da decadência depois das 18h, quando a guarda municipal se recolhe e os camelôs mandam na Rio Branco!

O Rio merecia melhor tratamento!!!!

terça-feira, 14 de agosto de 2007

Sinalização escondida!

Passou o tempo, passou o PAN, chegou o Para-PAN e a sinalização da Av. Antônio Carlos no Centro do Rio de Janeiro continua escondida pelas árvores.

Será tão difícil manter as condições de visibilidade da sinalização da nossa cidade? Será que, mesmo em uma via de fluxo intenso, como é o caso da Antônio Carlos, as autoridades "competentes" (Destesto usar este nome para autoridades públicas em geral!) conseguem cumprir o seu papel?

Difícil!!!!!!!!

quinta-feira, 28 de junho de 2007

Pedestres - Primeiro Mundo

Estive em Vancouver,no Canadá, neste mês e pude, mais uma vez, observar o respeito ao pedestre que existe em países onde a cidadania tem um alto valor.

A prioridade dos deslocamentos é sempre do pedestre!!!

Onde há semáforo, o pedestre atravessa no seu tempo de verde, sem precisar olhar para os lados, pois não há avanços de sinal. Aliás, os tempos de verde para os veículos são muito bem dimensionados, de modo que o tempo de espera para o pedestre atravessar não o induz a querer aproveitar as brechas deixadas pelos veículos.

Onde não há semáforo o pedestre é o senhor da travessia e os veículos respeitam isto. Na foto abaixo está passando uma espécie de comitiva e os motoristas dos veículos aguardam a passagem de todos sem se estressarem e sem buzinar.

Este respeito ao pedestre ainda tem outro efeito, as velocidades na cidade são bem baixas e seguras, pois os motoristas têm que ficar atentos aos pedestres que atravessam.

terça-feira, 26 de junho de 2007

Compra de pontos na carteira

Revoltante o projeto apresentado pelo deputado Jorge Babu que permite que os infratores de tânsito tenham seus pontos eliminados da carteira após o pagamento das multas. Hoje a pontuação só expira depois de um ano.

É mais uma maneira de privilegiar a impunidade em detrimento do bem comum! Filhos de pais com grana irão continuar a cometer vários desatinos no trânsito sabendo que será só pagar a multa que o ponto irá sumir!!!

Lamentável!!!! Espero que esta aberração não siga adiante!!!!!

segunda-feira, 18 de junho de 2007

Jovens morrem em acidente na Av. Brasil

Mais uma vez a combinação de saída de baile (forró), bebida e juventude faz vítimas. Desta vez foi no subúrbio do Rio de Janeiro, onde 4 jovens morreram ao colidir com um muro.

Contribuíram para o acidente, provavelmente, as péssimas condições da via, que durante à noite se torna ainda mais perigosa em virtude da precária iluminação.

O que mais me impressionou foi que, com o impacto, o veículo ficou estampado no muro onde bateu!!!! (Foto do Globo Online)

Radares sinalizados ou rodovias sinalizadas

Em vigor desde maio, a Resolução 214 do Contran (http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/RESOLUCAO_%20214.doc) deve servir para deseducar ainda mais o motorista.

Apesar de o texto da resolução não exigir, no meu entendimento, que o radar seja localizado o que se está vendo na prática é a exigência de que se avise ao motorista onde há radar, para que ele possa reduzir neste ponto e correr à vontade nos demais trechos.

Gostaria de saber para que servem as placas de regulamentação de velocidade? Penso que, ao adentrar em uma via com placas de regulamentação, o motorista já saiba que naquela extensão ele deverá obedecer ao limite estabelecido, tendo ou não radar. Avisar do radar é agir sob a ótica do infrator e prestar um deserviço à segurança de trânsito. O efeito educativo do radar é reduzir globalmente a velocidade do conjunto dos veículos no sistema e não em pontos específicos que são monitorados.

Quanta miopia de nossos legisladores!!!!

sexta-feira, 25 de maio de 2007

Bom exemplo em Vitória.

Estive em Vitória (ES) e me surpreendi quando o motorista do táxi em que eu estava parou numa faixa de pedestres para que uma senhora pudesse atravessar a rua.

Só tinha visto isto aqui no Brasil em Brasília, que virou referência no bom tratamento dispensado ao pedestres desde o programa Paz no Trânsito.

O motorista me esclareceu que nas travessias como as da foto, com o chão pintado de vermelho sob a faixa de pedestres, estes têm prioridade.



Penso que isto faz parte de um bom trabalho desenvolvido pela Prefeitura desde o lançamento do projeto Calçada Cidadã que objetiva dar mais conforto e segurança para quem se desloca a pé.

sexta-feira, 18 de maio de 2007

Semáforo obstruído

Situação relativamente comum em algumas ruas do Rio de Janeiro os sinais de transito obstruídos se proliferam pela cidade.

Este da foto é na Av. Presidente Antônio Carlos!!!!

Ocorrem várias situações de risco diariamente, pois o sinal vermelho é difícil de ser visualizado pelos motoristas.

quinta-feira, 17 de maio de 2007

Bloco de granito cai e atinge ônibus no ES

Esta notícia deu na Folha Online, do qual transcrevo a íntegra:

"Um acidente ocorrido no final da noite de quarta-feira (16) deixou quatro pessoas mortas e 15 feridas na altura do km 186 da BR-101, na região de Aracruz (ES).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, por volta das 23h40, um bloco de granito caiu de uma carreta que seguia no sentido Vitória e atingiu um ônibus da viação São Geraldo que trafegava no sentido contrário.

O motorista do ônibus e três passageiros morreram. Os feridos foram levados para hospitais da região.

Segundo a viação São Geraldo, o ônibus havia saído do Rio de Janeiro com 18 passageiros a bordo e tinha Natal (RN) como destino. Os nomes das vítimas não foram divulgados pela empresa.

Equipes de resgate passaram a madrugada no local. Devido ao acidente, a rodovia ficou interditada até as 6h desta quinta, e os motoristas seguiram por um desvio montado no distrito de Guaraná, em Aracruz.

De acordo com avaliação preliminar, o bloco que atingiu o veículo pesa cerca de 40 toneladas. O motorista da carreta teria deixado o local após o acidente. Até as 10h, ele não havia se apresentado, afirma a polícia."


Lembrei de postar este assunto aqui porque estive esta semana em Vitória e vi o caminhão da foto abaixo. Ele estava torto devido a algum problema com blocos de pedra, transporte muito comum naquele estado.

Como pode um veículo neste estado estar trafegando? Quais os riscos que impõe aos demais usuários da via? Por isso que vários acidentes acontecem!!!!!

sexta-feira, 27 de abril de 2007

Vitória da Segurança!!!!!

O Conar solicitou a retirada do ar da propaganda do Novo Palio!!!!

A decisão se baseou em reclamações de vários cidadãos que entenderam que tal publicidade incita à transgressão e à velocidade.

Vejam reportagem completa no O Globo de 27/04/2007 (abaixo).


Fonte: http://oglobo.globo.com/

quinta-feira, 26 de abril de 2007

Polêmica do anúncio do Novo Palio!!!!!

O deputado federal Hugo Leal solicito ao Conar a suspensão da veiculação da propaganda do novo Palio.

Como comentado aqui no blog a propaganda associa o veículo à velocidade, adrenalina e emoção, indo de encontro à básicas idéias de prevenção dos acidentes de trânsito.

Esta notícia foi publicada na coluna da Flávia Oliveira (Negócios & Cia) no jornal O Globo do dia 25 de abril de 2007.


Fonte: http://oglobo.globo.com/

O Pedestre não tem vez!!!!!!

Apesar de expressa no Código de Trânsito Brasileiro e aclamada por muitas pessoas a prioridade dos pedestres no espaço urbano está longe de ser uma regra.

Na rua da Quitanda, Centro do Rio de Janeiro, uma calçada de mais de 3 metros foi reduzida a 1,5 metros por causa da instalação de bancas de vendedores ambulantes.

Claro que todos precisam trabalhar, mas não à custa da desordem urbana, da degradação do espaço público e da perda de qualidade dos deslocamentos dos pedestres numa região central da 2ª maior cidade do país.

Um detalhe importante, já havia uma fileira de ambulantes na calçada oposta, dificultando o trânsito de pedestres, que podiam mudar de calçada... Agora, nem isso!!!

terça-feira, 24 de abril de 2007

Fez-se justiça???

Noticiado hoje que a Justiça condenou empresário que matou família em racha em 1996... (http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2007/04/24/ult4469u2439.jhtm)

A alegação de que não estava participando de racha foi derrubada por testemunhas e pelo laudo da perícia que afirmou que o veículo estava a 126 km/h.

O que leva uma pessoa a dirigir uma Blazer a esta velocidade? Será desconhecimento do dano que pode causar ao pedestre em caso de atropelamento? A esta velocidade o pedestre não tem a mínima chance de sair vivo!!!!

Não sei se uma justiça que demora quase 10 anos é justa, mas já é um começo... Se outros fossem condenados e com maior presteza o número de mortes diminuiria.

terça-feira, 17 de abril de 2007

Publicidade e o incentivo à velocidade

Me chamou a atenção a propaganda do Novo Palio 1.8. É uma versão esportiva do Palio e associa esta versão mais potente à busca da emoção e adrenalina, com pessoas fazendo esportes pra lá de radicais e dizendo que depois de dirigir o Palio ficará difícil se acostumar a uma vida sem emoção...


Fonte:http://www.novopalio.com.br/index.jsp

Mas o que é a emoção para quem dirige? Qual a associação que será feita entre uma versão mais potente e a emoção? Claro que se induz à velocidade!!!!

Entendo que o objetivo é vender e que o apelo à velocidade é quase irresistível para o público jovem, mas quantos não irão se arriscar mais por causa deste apelo? Quantos jovens já não morreram vítimas deste tipo de campanha?

Todos devemos ter consciência do nossa contribuição para o estado atual da insegurança de trânsito. As montadoras devem ser mais responsáveis quando idealizarem seu material promocional.

A Fiat já havia lançado um carro com viva-voz integrado, sendo possível falar ao celular enquanto dirige. Totalmente na contramão das pesquisas que associam o uso do celular ao aumento dos riscos de acidentes... Será uma miopia desta companhia????

segunda-feira, 16 de abril de 2007

Acidente de ônibus!

Hoje, no Ceará, ocorreu acidente de ônibus com sacoleiros... 12 mortos e 29 feridos! (http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2007/04/16/ult4469u1968.jhtm)

Este é um acidente recorrente, onde pessoas humildes fretam um ônibus em más condições e saem com um motorista mal preparado para uma viagem. O resultado? Vemos sempre em feriados prolongados... Acidentes!!!!!

Vejam foto que saiu no bol:

quinta-feira, 12 de abril de 2007

Sexta-feira 13!!!!!

Estudo publicado o O Globo, baseado em pesquisa de seguradoras britânicas que, ao analisar dados de acidentes de 2002 a 2006, mostrou que a sexta-feira 13 é o dia em que ocorre o maior número de acidentes. Segundo a pesquisa, quando o dia 13 cai numa sexta os índices de acidentes são 13% maiores do que quando o dia 13 cai em qualquer outro dia da semana (http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2007/04/12/295329470.asp).

Uma das explicações poderia ser que, devido à supertição, os motoristas adotem outro comportamento nas sextas-feiras 13. Deste modo eles estariam incorrendo em riscos maiores por perceberem um risco subjetivo maior que o real.

Realmente é uma pesquisa interessante e pode ser mais um indicativo de como a percepção influencia as questões reais de segurança.

Portanto, pelo sim e pelo não, dirija seguro nesta sexta 13 e... boa sorte!!!!

terça-feira, 10 de abril de 2007

Quem não imaginava? Balanço da Páscoa

Junte o caos dos aeroportos, feriadão, estradas cheias... Qual o saldo? Aumento do número de acidentes!!!!

Neste feriado de Páscoa os acidentes cresceram mais de 20% em relação ao ano de 2006. O número de feridos cresceu quase 30% e os de mortos cresceu 2,6%. Ou seja, poderíamos ter tido mais mortes que o número que ocorreu, pois o número de mortos cresceu bem menos que os outros dados.

Novamente as autoridades culpam os motoristas pelos resultados, mas não há nem orientação e nem fiscalização eficaz nas nossas rodovias. Estas ações devem ser feitas no dia a dia e não nos feriados prolongados!

quinta-feira, 5 de abril de 2007

Campanha pelo Incremento da Segurança de Trânsito no Mundo



Visitem o site http://www.makeroadssafe.org/.

A cada 6 segundos alguém morre no mundo, vítma da insegurança no trânsito. A cada 3 minutos uma criança é morta pelas mesmas causa!!!

Tentando dar um basta nesta situação se criou uma campanha internacional visando a que a segurança de trânsito passe a fazer parte da agenda das estratégias de sustentabilidade do G8 e da ONU.

Entre nesta luta!!!!!

terça-feira, 3 de abril de 2007

Deu a louca nos motoristas?

Há muito tempo venho observando um aumento da falta de educação e imprudência dos motoristas no Rio de Janeiro, mas hoje esta situação me chocou.

Voltava do Catete em direção ao Centro, indo pela pista de dentro e não pelo Aterro. Próximo à Glória um táxi avançou um retorno e parou com meio carro na pista de tráfego... Mais adiante, ao sair daquela pista em direção à Pres. Antônio Carlos foi a vez de um ônibus avançar um sinal vermelho... Cruzamento largo, com aproximações distantes, o que torna este tipo de manobra muito mais imprudente do que em um cruzamento onde as vias estão próximas. A seguir, ao cruzar a Av. Rio Branco outro ônibus e um táxi avançam o sinal, desta vez uma moto foi obrigada a desviar...

Sempre que se conversa sobre isso na cidade do Rio de Janeiro ouve-se a desculpa de que é perigoso parar nos sinais porque há risco de assalto... Então por que um ônibus avança o sinal? Não lembro de algum ter sido assaltado por estar parado no sinal!!!

Em todo este trajeto, por volta das 13h, não encontrei nenhum agente de fiscalização do trânsito!!!! Será que estas transgressões grotescas não estão ligadas a isto? A certeza da impunidade?

segunda-feira, 2 de abril de 2007

Dirigir com criança no colo...

Tema inquietante para se pensar: Com que idade se deve começar a dirigir? O que pais que dirigem com os filhos no colo (mesmo que abrigados dentro da garagem) estão certos ou errados?

Pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) o lugar de criança é no banco de trás e com cinto de segurança, logo dirigir com o filho no colo é um mau exemplo para ele, pois se está fazendo vista grossa para uma proibição. Quando se pode transgredir? Pode-se transgredir um pouquinho só?

Em vários locais as crianças aprendem a dirigir cedo. No meio rural elas aprendem a manejar tratores e auxiliar os pais na lavoura. Não devemos esquecer que estas mesmas crianças trabalham desde muito cedo... Este é o modelo correto? Criança deve brincar e estudar... Ao incentivar o ato de dirigir precocemente não estaríamos fazendo-o encarar o ato de dirigir como algo banal? Claro que tudo irá depender da criação e dos conceitos esinados ao filho, mas será que existe necessidade de 'brincar' de dirigir? Por que não deixamos que elas brinquem com outras máquinas? Dirigir é menos perigoso ou um ato de menor responsabilidade?

Devemos ter em mente que ao tomar esta atitude estaremos pelo menos incentivando a criança a optar pelo veículo particular... Este é o caminho para diminuir os estragos ao meio ambiente? Geração após geração fomos bombardeados com uma maciça propaganda pró-automóvel, não estaria na hora de romper com este estado de coisas?

Muitas perguntas e muitas reflexões... Voltarei a este assunto!!!!

terça-feira, 27 de março de 2007

Situação crítica das estradas brasileiras

Anualmente, desde 1995 quando foi realizada a primeira, a Confederação Nacional do Transporte publica pesquisa sobre as condições das estradas brasileiras.

Em 2006, “dos 84.382 quilômetros avaliados, envolvendo 100% da malha rodoviária federal pavimentada e alguns dos principais trechos sob gestão estadual e sob concessão, 63.294 quilômetros (75%) foram classificados como deficientes, ruins ou péssimos. Um quarto das estradas percorridas, o equivalente a 25%, recebeu avaliação geral boa ou ótima”, quando consideradas somente as rodovias com pedágio (administradas por por concessionárias ou com pedágios administrados por órgãos estaduais) a situação se inverte, 79,7% encontram-se com estado geral classificado como ótimo e bom.

O estado geral das rodovias como um todo piorou em relação a 2005 (Tabela abaixo). Houve melhora nas condições de pavimento, mas as condições de sinalização pioraram. Entre as 10 piores ligações rodoviárias 7 se encontram no Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil (4 no nordeste, 2 no centro-oeste e 1 no norte) e todas as 10 melhores se encontram no Sudeste.

A íntegra da pesquisa pode ser obtida no site da CNT:
http://www.cnt.org.br/informacoes/pesquisas/rodoviaria/2006


Histórico e Evolução Pesquisa Rodoviária CNT – 2003 a 2006

domingo, 25 de março de 2007

Ainda sobre as películas

Tem pessoas que defendem a película... Tem as que atacam...

A polêmica é grande!!!!!

Este assunto já foi e é tema de debates em outros locais, como o endereço a seguir:
http://blog.estadao.com.br/blog/jc/?title=pelicula_nos_vidros_aumenta_a_seguranca&more=1&c=1&tb=1&pb=1

sexta-feira, 23 de março de 2007

Onde estão as faixas de pedestres???

Triste sina a do pedestre no Rio de Janeiro!!!!!



Temos que andar olhando para o alto para nos livrarmos dos pingos de ar condicionado e marquises que caem em nossas cabeças; para o chão para não pisarmos em buracos e tropeçarmos; para os lados para não sermos assaltados... Quando finalmente chegamos a uma faixa de pedestres, nossa garantia de travessia segura, o que vemos? Não há faixa!!!! Onde deveria existir uma, existe um arremedo de faixa, sombras do que outrora foram as listras da pobre faixa que não sofre manutenção há 'séculos'!!!!!

A foto acima mostra a interseção da Av. Almirante Barroso com Graça Aranha, região supercentral e movimentada no RJ. As áreas onde deveriam estar as faixas de pedestres estão circundadas de vermelho.

Que vergonha!!!!!!!

quinta-feira, 22 de março de 2007

Película escura nos vidros dos carros



Antes da aprovação do Código de Trânsito Brasileiro, o uso de película refletiva era vetado pela Portaria nº 784 do CONTRAN (de 12 de julho de 1994), que afirmava ser “proibida a aplicação de qualquer tipo de película, refletiva ou não” nas áreas envidraçadas indispensáveis (pára-brisa, janelas das portas dianteiras esquerda e direita, quebra-ventos fixos ou basculantes, se existentes), sendo permitido o uso de vidros com coloração para diminuição de transparência “somente quando a cor for aplicada inateravelmente na sua fabricação”.

Em 1998, a Resolução 73 do CONTRAN liberou o uso da referida película, mantendo os limites de transparência e transmissão luminosa da portaria anterior. Este precedente aberto pela legislação gerou um abuso por parte de muitos proprietários, que passaram a instalar películas que não permitem uma visualização satisfatória das pessoas no interior do veículo, como a fiscalização não é eficiente, é possível encontrar veículos com vidros completamente negros.



As justificativas de quem utiliza películas escuras são que: a pessoa se sente segura contra o risco de assalto, já que o ladrão não consegue identificar se o ocupante do veículo é uma vítima potencial ou não; a película bloqueia a passagem dos raios solares e fornece proteção aos estilhaços de vidro em caso de acidente. Ocorre que “85% das informações necessárias ao condutor são informações visuais”, logo qualquer sistema que diminua a visualização do interior para o exterior do veículo gera um maior risco de acidente. Além disso, é muito comum no sistema de trânsito a utilização de uma linguagem não verbal, onde uma troca de olhares, determinadas expressões faciais ou meneios de cabeça adquirem significados como permissão de preferência de passagem para pedestres ou outros veículos, demonstração de irritação, intensão de efetuar conversões entre outras. O uso de película obstrue esta comunicação entre os atores do sistema, diminuindo a qualidade e a segurança dos deslocamentos.

Mesmo na questão de segurança pública, o uso da película é relativo, pois se o usuário se 'sente' seguro individualmente (não se sabe se esta segurança é real ou se é apenas uma sensação de segurança) os demais veículos que o cercam se sentem ameaçados pela presença de um automóvel onde não se enxergam os ocupantes, principalmente à noite.

Outra questão é que essa suposta medida de segurança traz uma série de contra-indicações. Segundo o delegado Manoel Camassa, da 4.ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Furtos e Roubos de Veículos e Cargas (Divecar), no caso dos seqüestros-relâmpago, o criminoso pode render o motorista antes que ele entre no carro. Depois, fica totalmente à vontade para agir, graças à proteção visual da película (http://carsale.uol.com.br/opapoecarro/variedades/var_011004.shtml).

A fiscalização de infrações comuns como uso de telefone celular e não uso de cinto de segurança é também prejudicada, pois muitas vezes não é possível para o agente fiscalizador de trânsito perceber essas más condutas para um ocupante de um veículo com vidro com película. A alegada proteção extra em caso de acidente não se justifica pelo fato de os vidros dos veículos já serem laminados, fornecendo adequada segurança contra estilhaços e cortes.

Assim, percebe-se que as alegações contrárias ao uso da película são mais fortes e relevantes do que aquelas a seu favor, não havendo razão suficiente para o legislador ter permitido o seu uso. Não foi gerado nenhum benefício concreto para os usuários que a utilizam e geraram-se problemas para a coletividade, cujo bem-estar deveria ser o principal objeto de preocupação do poder público.

Ou terá sido lobby do fabricante das películas?????

quarta-feira, 21 de março de 2007

Cilindros de GNV

Desde que se iniciou a utilização de gás natural (GNV) pelos veículos nacionais, ocorreram alguns problemas de segurança. Primeiro eram os proprietários que utilizavam botijão de GLP adaptados e que não suportavam a pressão das bombas dos postos. Depois alguns kits de conversão inadequados que poderiam causar problemas de incêndio.



Atualmente, um problema que me preocupa é quanto à segurança da fixação do conjunto do cilindro no compartimento de bagagens dos veículos. Em algumas situações de acidentes o cilindro pode se soltar da base e ser 'jogado' contra o banco traseiro.

Considerando-se a massa do cilindro e a velocidade no momento da colisão, este estrago pode ser grande.

Há testes para certificação do cilindro, mas e o conjunto de fixação? Como garantir a sua integridade em caso de acidente? Como evitar que o mesmo cause danos aos ocupantes do banco traseiro?



No caso acima, não havia ninguém no banco de trás!!!! E se houvesse?????

terça-feira, 20 de março de 2007

Pingos de aparelhos de ar-condicionado

Não sei se é uma situação disseminada em todo o Brasil, mas uma outra praga que assola as ruas do Rio, notadamente o Centro da cidade, são os pingos de ar condicionado.

Por total falta de interesse dos proprietários e falta de fiscalização por parte da prefeitura, pois tal prática fere o Código de Posturas do município, quem transita pelas calçadas da região central do Rio de Janeiro é brindado com gotas de água no rosto, ombros, costas, óculos etc.

É mais um item de desconforto para qem anda a pé! É mais uma demonstração de falta de respeito com o pedestre!!!!

domingo, 18 de março de 2007

Mais um acidente nas madrugadas

Rio de Janeiro, 5h30min, de sábado para domingo, carro em alta velocidade se desgoverna e mata 1 pessoa e fere 3.

Parece notícia repetida, mas não é! Este acidente ocorreu no último final de semana e a pessoa morta e as 3 feridas estavam num ponto de ônibus. Eram trabalhadores!!!

O atropelador, que vinha em alta velocidade não foi preso e nem submetido a exame de alcoolemia... O resultado desta impunidade? Repetidos acidentes nos finais de semana!!!

De vez em quando há uma maior comoção, como no caso dos cinco adolescentes mortos na Lagoa, mas logo se retorna à velha rotina!!!!

Sem uma mudança na legislação, que puna severamente estes infratores não acredito em melhora!!!!

terça-feira, 13 de março de 2007

Bandalhas

A foto abaixo saiu hoje na coluna do Ancelmo Gois, no jornal O Globo. Um veículo da Prefeitura fazendo uma conversão proibida.

Penso ser este um dos grandes problemas culturais do Brasil. Quem deveria dar o exemplo e seguir a lei não o faz.

Quantos agentes da lei dirigem sem cinto de segurança? Quantos veículos oficiais param em local proibido? Depois fica muito difícil exigir que a população cumpra o seu dever. Acabamos virando um país onde só se quer ter direitos... Direito à greve, à estabilidade e nada de deveres.


Esta foto é emblemática da nossa situação!!!! É vergonhosa para todos nós como cidadãos e deveria ser vergonhosa para nossos gestores!!!

Ainda falando sobre marquises

A última do nosso prefeito César Maia foi criar um decreto proibindo a instalação de novas marquises de concreto, contrariando arquitetos e urbanistas. Para quem transita a pé por uma cidade quente como o Rio, as marquises são um aliado importante, fornecendo sombra e dando momentos de conforto durante a caminhada. Durante nossos temporais de verão elas também são nossas aliadas.

Reflito se algumas das raízes dos nossos poblemas não seria este, o descompasso entre o pensamento de políticos e gestores públicos e os anseios da população. Isto é uma constante no Brasil e parece que aqueles sempre estão na contramão do que pensa a população.

Será que no futuro teremos que conviver com horríveis toldos desbotados e mal mantidos? Vamos ver!

segunda-feira, 12 de março de 2007

Quebra mato nos veículos

Hoje reproduzo texto do Estado de Minas... Depois comento!!!!!


Opinião - QUEBRA & MATA
Estado de Minas - MG - 10/03/2007

Seção: Veículos

Dose dupla de covardiaBoris Feldman

O Contran repetiu a dose: assim como lhe faltou coragem e determinação para proibir de vez os execráveis engates, partiu para a mesma solução em relação ao quebra-mato. Aquele famigerado conjunto de canos colocado à frente do pára-choque dianteiro do veículo já foi proibido por estar rigorosamente na contramão da história: nova legislação da Comunidade Européia obriga as montadoras a tornarem os automóveis cada vez menos agressivos aos pedestres, em caso de atropelamento. Seus engenheiros desenvolvem pára-choques cada vez mais macios e absorventes, além de capôs mais inclinados e afastados do motor. Airbags que se inflam defronte aos pára-choques já foram testados na Europa.

Os belos ornamentos sobre o radiador dos automóveis foram abolidos ou devem ser retráteis. E nas simulações de acidentes, além dos danos provocados aos bonecos no interior do carro, já se analisam, comparam e divulgam as conseqüências de um atropelamento. No Brasil, para tornar as picapes, utilitários-esportivos e off-roads (de mentirinha) mais 'bonitinhos', as montadoras e fabricantes de acessórios não pensam duas vezes antes de instalar esses monstrengos. Questionados, sua explicação é das mais singelas: "É exigência do mercado".

Há no Brasil uma completa despreocupação em relação à segurança veicular. Nossos automóveis não são pensados para proteger nem passageiros nem pedestres. E a nossa legislação é rigorosamente falha nesta questão. Ela exige, por exemplo, apoios de cabeça apenas para quatro passageiros, mesmo nos automóveis (a maioria) homologados para cinco pessoas. Sabem por quê? Porque o poderoso lobby das montadoras interferiu na elaboração da lei. Como os carros compactos produzidos aqui são exportados para a Europa e homologados lá para apenas quatro passageiros, então são instalados apenas quatro apoios de cabeça para cumprir o que exige o mercado europeu. E dane-se o pescoço do brasileiro que vai no meio do banco traseiro. No caso de um impacto traseiro, ele corre o risco de ter a coluna cervical quebrada.

Outro exemplo? A mesma legislação que obriga a criança a ser conduzida no banco traseiro permite que ela vá na frente em picapes de cabine simples. Ou seja, só crianças nos automóveis são protegidas no caso de uma batida. O governo não se preocupa com as que vão nas picapes. Por falar em criança e, voltando ao "quebra&mata", o equipamento, que agrava as conseqüências no caso de atropelamento de um adulto, pode ser fatal quando atinge uma criança, pois a barra horizontal de ferro tem sua altura no mesmo nível da cabeça da criança.

Apesar de todos esses argumentos incontestáveis, o Contran decidiu 'regulamentar' o equipamento, em vez de proibi-lo de vez. Vale aqui uma observação: enquanto montadoras, como General Motors, Ford, Mitsubishi e outras continuam aplicando o quebra-mato em seus veículos, duas outras decidiram o contrário. A Fiat foi a primeira que partiu para outras soluções estéticas em sua linha Adventure. E a Volkswagen é a segunda a demonstrar preocupação com a segurança veicular e excluir o quebra&mata de seus próximos esportivos utilitários.

sexta-feira, 9 de março de 2007

quinta-feira, 8 de março de 2007

O inferno das vans

Até quando teremos que conviver com estas pragas urbanas chamadas vans?

Este tipo de transporte tem uma aplicação específica dentro do sistema de tráfego, alimentando outros modos de transporte de maior capacidade e levando os moradores a locais de difícil acesso, onde os ônibus não conseguem trafegar. No Rio isto seria muito útil em morros, nas favelas com suas vias estreitas e locias de baixa demanda de passageiros.

Ocorre que hoje elas se disseminaram de uma tal maneira que fizeram da vida em alguns bairros um inferno. O Centro do Rio fica infestado destes veículos com seus motoristas deseducados e sua anarquia quanto aos locais de parada. Ocupam os pontos dos ônibus, que ocupam a 2ª faixa da via, sobrando muito pouco para o restante do tráfego.

Resultado: retenções, congestionamentos, irritação e estresse, contribuindo ainda mais para a perda da nossa qualidade de vida!!!!

E nossas autoridades o que fazem?????????

quarta-feira, 7 de março de 2007

Carros batidos - site interessante

Para quem faz palestras ou dá aulas ou por mera curiosidade.

Visite o site: http://www.wreckedexotics.com Tem várias fotos de veículos batidos!!!!

Dá uma idéia interessante de como ficam veículos, mesmo modernos e seguros, após os atos de imprudência dos motoristas.

Vale a visita!!!!!

terça-feira, 6 de março de 2007

Carros nas calçadas do RJ

Na coluna do Anselmo Góis do jornal O Globo de hoje (06/03) há uma crítica aos carros estacionados na nova calçada próxima à estação do metrô do Cantagalo, recém-inaugurada...

As calçadas da cidade do Rio de Janeiro são um exemplo de falta de educação, ausência de ficalização e precária cidadania. Os pedestres são obrigados a dividir o seu espaço com toda a sorte de interferências: carros, motos, bicicletas, camelôs, distribuidores de folhetos, mobiliário urbano mal dimensionado e mal instalado etc. Isto se repete a cada dia, sem que nenhuma ação seja feita para mudar este quadro.

Em 2003, publiquei artigo no congresso da ANTP sobre este tema e, de lá para cá, nada se alterou.

Antes de serem exceção, as duas fotos a seguir retratam situações que são regra no Rio. Infelizmente!!!!!


estacionamento na calçada de um acesso ao terminal de ônibus da Praça XV, com grande fluxo de pedestres que são obrigados a transitar pela via


presença de camelôs na rua México

segunda-feira, 5 de março de 2007

Acidente entre trem e caminhão no Japão

Um acidente entre um trem e um caminhão transportando lenha ocorreu em 1º de março no Japão. O motorista do caminhão afirmou que não conseguiu frear a tempo após perceber que a cancela estava fechada.

Passagens em nível são um fator de alto risco de acidentes de trânsito. O que ocorre com a percepção de risco dos usuários que sistematicamente tentam ultrapassar a via férrea antes de o trem passar? Este tipo de acidente é recorrente!

Em abril de 2005 ocorreu outro acidente de trem no Japão, mas daquela vez foi o condutor do trem que quis tirar um atraso de 90 segundos na programação e imprimiu velocidade acima do recomendado.

Os procedimentos são para serem seguidos, mas insistimos em burlá-los. Será um traço da personalidade do ser humano?

quinta-feira, 1 de março de 2007

Mais sobre marquises

Hoje o prefeito César Maia fala em proibir a construção de marquises...

Ora, a marquise não é culpada da sua queda e sim a falta de manutenção por parte do proprietário do imóvel e a falta de fiscalização por parte do poder público. Se assim não fosse, teríamos que proibir a construção de prédios de apartamentos após a queda do Palace 2. Risível esta sugestão do nosso prefeito!!!!!

A marquise é um excelente elemento para prover conforto nos deslocamentos a pé no calor do Rio de Janeiro. Às vezes tudo o que queremos é uma sombrinha de uma marquise para continuarmos caminhando com menos calor e suor.

Se cada um cumprir a sua parte a marquise não representa riscos excessivos para a população.

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Queda de marquise em Copacabana

No mesmo dia de hoje ocorreu o desabamento de uma marquise de um hotel em Copacabana. Este caso nos remete novamente à falta de fiscalização reinante no Rio de Janeiro. Não é o primeiro caso, recentemente uma marquise de um bar caiu sobre os freqüentadores que ocupavam a calçada sob a mesma.

2 pessoas morreram e nove ficaram feridas, entre estas 6 pedestres. (Veja a reportagem no Jornal o Globo - http://oglobo.globo.com/rio/mat/2007/02/27/294723576.asp)

Quer dizer: temos que andar olhando para o chão para não pisar em buracos e algumas outras coisitas que os cachorros deixam pelo caminho e, agora, temos que passar a andar olhando para o alto, prestando atenção nas marquises que podem despencar sobre nossas cabeças.

Acidente com 2 ônibus no Rio

Leio reportagem hoje sobre uma colisão entre 2 ônibus na Glória, no Rio de Janeiro.

A situação de falta de fiscalização é gritante na cidade do Rio de Janeiro. Ônibus trafegam em alta velocidade e outros param em locais inadequados. Foi exatamente isto que ocorreu neste caso. O saldo? 31 feridos!!!!!

O pior é que a situação é recorrente, ou seja, os ônibus vão continuar parando fora dos pontos e outros vão continuar trafegando em alta velocidade... Até quando????

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Segurança das crianças nos automóveis

Recentemente tivemos a lamentável morte do menino João Hélio, arrastado barbaramente por marginais... Imediatamente houve várias reações e, a que mais me inquietou, foi a de pais que passaram a não colocar as crianças nas cadeirinhas e presos com cinto de segurança no banco de trás dos automóveis.

O cinto de segurança é o meio mais eficaz de se proteger em caso de acidente de trânsito, em 20 anos, nos EUA, o cinto salvou mais de 112 mil vidas.

Além disso, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) exige o uso do cinto de segurança para condutor e passageiros em todas as vias do território nacional ... (art. 65) e, no art. 167, considera o não uso como falta grave. Existem assentos especiais para crianças de várias idades e compleição física e o CTB determina ainda que "crianças com menos de 10 anos de idade devem ser levadas no banco traseiro (art. 64)".

É muito triste termos que escolher entre deixar as nossas crianças morrerem presas ao cinto ou soltas no caso de um acidente de trânsito. É uma total distorção de valores em uma sociedade que está precisando de tratamento urgente!

Intense Debate Comments

Este blog tem atualmente:

Widget by SemNome